MEMORIAL GAMENSE

"Preservando a historia do futebol gamense"

As mulheres também sabem representar as cores da Sociedade Esportiva do Gama.


 

Taça Correio Braziliense de 1997

 

A primeira vez que um time feminino entrou em campo oficialmente foi no dia 16 de março de 1997 contra o Brasília (representado pelo Iate Clube e treinado por Robson Marinho), a vitória foi gamense por 2 a 0. A jogadora mais nova tinha 13 anos e a mais experiente tinha 21.

 

O primeiro gol foi marcado por Fia e o segundo por Celular, que entrou no segundo tempo. O jogo foi arbitrado por Artur Barbosa e o time alviverde foi representado naquela tarde por Shirley, Tatiana (Vilma), Márcia Fu, Juliana, Divina, Cacá, Neném, Viviane, Michele (Celular), Fia e Ildete. Técnico Luis Pereira.

 

Ao final da competição o Gama foi declarado campeão, no dia 08 de junho de 1997, após enfrentar as outras 8 equipes no primeiro turno vencendo 7 e perdendo 1 para o Ceilandense, pois estava sem 7 titulares. Fecho a fase inicial na liderança. Passou paras as semifinais com Brasília, Ceilandense e Dom Pedro. Em seu confronto contra a equipe do Ceilandense ganhou as duas partidas (2 a 1 e 3 a 1).

 

Na final contra o Dom Pedro, formado por jogadoras do Flamengo Tiradentes, venceu por 4 a 2, gols de Vilma (2), Fia (1) e Celular (1). O Gama foi campeão com Shirley, Tatiana (Viviane), Juliana (Márcia Fu), Kaká, Janice, Nenê, Celular, Sheila, Vilma, Fia e Detinha (Michele).

 

A Sociedade Esportiva do Gama, além de levar a taça, teve o melhor ataque com 42 gols marcados, o melhor saldo de gols (34) e a artilheira da competição foi a jogadora Fia com 18 gols.

 

O técnico Luis Pereira de Souza, natural de Caxias/MA , nascido aos 13/12/1939, se viu gratificado após 15 anos se dedicando ao futebol feminino. Participaram ainda, Ludimila (goleira), Vina (volante), Myrtes (lateral direito) Nazaré (lateral esquerdo), Ricardo Rocha (zagueira), Maria do Socorro e Vivi (meia esquerda), Michele (meia direita).

 

 

Sr. Luís, um lutador, comemora o título ao lado das jogadoras

Campeonato Brasileiro Feminino de 1997

 

 

No dia 09 de novembro de 1997, o time entrava em campo contra o Tupinambás/MG pelo Grupo D que também tinha o Internacional/RS e o Taubaté/SP. A equipe que estreou foi Shirley, Divina, Juliana, Cacá, Rafaela, Janice, Sheila, Vilma, Fia, Vivi e Ildete e perdeu por 5 a 0.

 

No confronto com o Internacional, dia 11, perdeu por 7 a 0. Se despediu da competição no dia 13 perdendo por 6 a 0 para o Taubaté. Os desfalques na competição foram Nildinha (que foi para o Japão) e Graziele (que foi para o São Paulo/SP).

 

                    15 anos depois o recomeço

Estádio Rorizão, dia 22 de abril de 2012, às 14h14. Pela primeira vez, depois de 15 anos, uma equipe feminina entrava em campo oficialmente para representar a Sociedade Esportiva do Gama. As meninas treinadas pelo técnico Célio Lino inicialmente mostraram ansiedade e um pouco de nervosismo. Fatores tidos como naturais após uma pré-temporada marcada por vitórias elásticas e convincentes.

Elenco de 2012

 

Por sua vez, o adversário Apolo 4 da cidade de Ceilândia, até 10 minutos antes do jogo, esperava completar o time para, pelo menos, entrar com 7 jogadoras em campo, enquanto o Gama já fazia seu aquecimento em campo. Após passar o risco de perder por W.O, o técnico Alex, da equipe do Apolo, não precisava nem olhar para o banco de reserva, pois não havia atletas para entrarem.

 

Entre bolas em cima da goleira adversária, alguns chutes sem força ou sem direção, a equipe gamense aos poucos foi se achando, principalmente pelo lado esquerdo, de onde saiam as melhores oportunidades. O adversário somente respondeu às investidas do Gama aos 16 minutos quando deu seu primeiro chute, mas a bola saiu pela direita da retaguarda da goleira Fernanda.

 

Aos 37 minutos da etapa inicial, Hérika marcou o gol histórico, sendo a primeira mulher a marcar com a camisa alviverde depois de tanto anos. O Gama ainda teve chance de ampliar aos 39, mas o primeiro tempo ficou mesmo em 1 a 0.

 

Na segunda etapa, a verdade do domínio do jogo e da preparação física apareceu. O Gama visivelmente tinha melhor toque de bola, melhor distribuição dentro de campo e logo aos 40 segundos Leila invadiu a área pela direita e tocou na saída da goleira Valquíria. Gama 2 a 0.

 

A tarde era mesmo de Hérika, aos 5 minutos, ela fez seu segundo gol e 10 minutos depois Luciana marcou um golaço saindo do meio de campo e fazendo fila até chegar na cara do gol e tocar no canto e deixar a goleira Valquíria caída. Gama 4 a 0.

 

Como não tinha reservas, a equipe do Apolo ficou com uma jogadora menos, já que a atleta Francisca se lesionou e não pôde mais voltar. Após garantir a vitória, foi a vez do técnico Célio Lino colocar  Aninha, Andressa e Adriane para estrearem também na competição. O Gama agora espera os demais resultados para saber qual a classificação e se prepara para o próximo desafio diante da outra equipe do Gama daqui a duas semanas em local ainda a ser definido.

 

Destaque


A meio-campista Hérika tem 17 anos, 1,57m, mora no Lago Azul, está no 2º ano do ensino médio e já defendeu o Santa Maria, Ceilândia, Atlético Ceilandense e Crespom. Após ser substuída e ainda ofegante só conseguiu dizer "É muita adrenalina" quando perguntada sobre o gol que marcou o primeiro de uma mulher com a camisa do Gama após 15 anos.

 

Hérika marcou o 1º gol da equipe na competição

O técnico Célio Lino resumiu a vitória como a primeira de muitas decisões durante a temporada e agradeceu a Academia Explosão que vem dando apoio para o bom preparo físico das atletas. O vice-presidente Miguel Peres, presente desde o início da partida, fez questão de ressaltar a diferença técnica entre as equipes.

 

Ficha técnica

Apolo 4 0x4 Gama

Local: Estádio Rorizão

Arbitragem: Eloi Feitosa auxiliado por Leandro Aguiar e Amilton Souza, 4º árbitro Vanderley Soares

Cartão amarelo: Neide (Apolo 4 )

Cartão vermelho: não houve

Gols: 1º tempo - Hérica (37min).

2º tempo - Leila (40 seg.), Hérica (5min.) e Luciana (15min.)

Apolo 4: Valquíria, Divina, Neide, Bia e Bega; Rialane, Francisca e Keille, Sueli e Ana Paula.

Técnico Alex Costa.

Gama: Fernanda, Sarah, Jaqueline Bezerra, Janaína e Leila (Andressa); Jaqueline Pereira, HériKa (Adriane) e Amanda; Fabi Luciana e Yasmin (Aninha).

Técnico: Célio Lino.

 

Depois desse jogo, o Gama perdeu para o Cresspom por 2 a 1;  goleou o Guarany por 4 a 1 e o Ascoop por 4 a 0, sofreu goleada para o Minas Brasília por 6 a 0 e para o Capital/Católica por 5 a 0. Na semifinal o time perdeu para o Minas Brasília por 4 a 0 e depois empatou em 2 a 2, ficando em 4º lugar no Campeonato Brasiliense de 2012.

                               O 1º título interestadual

Entre os dias 15 a 19 de janeiro, mesmo com poucos recursos, o time foi à cidade de Conceição do Rio Verde para participar do I Torneio Interestadual de Futebol Feminino. Todas as partidas foram  disputadas no estádio Municipal Dilermando de Oliveira na cidade anfitriã.

O time iniciou o torneio perdendo por 3 a 2, no dia 15 de janeiro, para o Pérola de Belo Horizonte/MG, depois massacrou o time da cidade por 14 a 1 e na final voltou a vencer o Pérolas de BH pelo placar de 4x2, os gols do Gama foram marcados por Thais, Jéssica e Amanda, duas vezes.

Além do título o time teve a goleira menos vazada da competição. Esse foi o 1º título do time feminino fora do Distrito Federal.

Para essa competição a equipe feminina da Sociedade Esportiva do Gama teve apoio da Secretaria de Esportes que por meio do programa "Compete Brasília" forneceu o ônibus que conduziu a delegação gamense para Conceição do Rio Verde-MG, a Academia Explosão, o presidente Antônio Alves do Nascimento - Tonhão, que forneceu o uniforme, empresa Água La Priore, da Administração Regional de Santa Maria que permitiu o uso da quadra para treinamento das meninas e do site Blogama que cobriu jogo a jogo a participação do Gama no torneio.

                              

                                                    o time teve a goleira menos vazada e trouxe a taça de campeã

            elenco campeão do I Torneio Interestadual de Futebol Feminino da cidade Conceição do RIo Verde/MG

                                                                           (fotos: Marcelo Gonçalo/Blogama0 

                    Conquista da Copa São Sebastião 2013

No dia 02 de fevereiro, a equipe estreou contra o Juventus e venceu por 3 a 0, depois goleou o Estrela por 4 a 0 (09/02) e passou pelo Independente por 2 a 0 (23/02) e pelo Águia Dourada, por 4 a 1 (09/03), se classificando para as semifinais.

Já pelas semi, dia 16 de março, voltou a vencer o Estrela por 5 a 2 e chegou invicto para a finalíssima. A final foi contra o Juventus e meteu 3 a 1 nas adversárias, no dia 23 de março.

Todas as partidas foram disputadas no Campo Sintético da cidade de São Sebastião e a participação não poderia ser melhor: campeão, goleira menos vazada e artilheira do certame com direito a gol de bicicleta. Podemos dizer que o Gama fez cabelo, unha e maquiagem fazendo uma adaptação ao bordão utilizado no masculino quando o time conquista tudo.

A cobertura foi de Marcelo Gonçalo do Blogama e o time contou com o apoio da Academia Explosão, Distribuidora de Frutas Tropicais Brasnica, da Administração Regional de Santa Maria e da Secretaria de Esportes do Distrito Federal.

                                      

                                goleira Kelly e atacante Faby, as melhores da competição 

                

  as guerreiras alviverdes ao lado do Secretário de Esportes do Distrito Federal, Júlio Ribeiro.

contador